home
Busca

Encontrar artigo

Busca

Selecione o artigo desejado

Decreto DECRETO DE 14 DE JUNHO DE 2005. de 14/6/2005

DECRETO DE 14 DE JUNHO DE 2005.
Institui Grupo de Trabalho Interministerial encarregado de elaborar e monitorar proposta de política integrada para o desenvolvimento sustentável da região sisaleira da Bahia. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea "a", da Constituição, DECRETA:
Brasília, 14 de junho de 2005; 184º da Independência e 117º da República.

Art. 1º

Fica instituído, no âmbito da Câmara de Políticas de Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional, do Conselho de Governo, Grupo de Trabalho Interministerial encarregado de elaborar e monitorar proposta de política integrada para o desenvolvimento sustentável da região sisaleira da Bahia.

Art. 2º

O Grupo de Trabalho Interministerial deverá:

I

identificar as ações governamentais direcionadas ao desenvolvimento sustentável da região sisaleira da Bahia;

II

facilitar o encaminhamento das demandas da população local aos órgãos federais;

III

promover a articulação entre os governos federal, estadual e municipal para compatibilizar as ações implementadas em nível local;

IV

encaminhar sugestões aos órgãos e entidades dos governos federal, estadual e municipal acerca do desenvolvimento sustentável da região sisaleira da Bahia, em especial quanto aos impactos nele decorrentes das ações daqueles entes; e

V

solicitar a órgãos e entidades da administração pública a implementação de ações necessárias ao desenvolvimento sustentável da região sisaleira da Bahia.

Art. 3º

O Grupo de Trabalho terá a seguinte composição:

I

dois representantes da Secretaria Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, um dos quais o coordenará;

II

um representante da Casa Civil da Presidência da República;

III

dois representantes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior;

IV

três representantes do Ministério do Trabalho e Emprego;

V

um representante do Ministério da Integração Nacional;

VI

um representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário;

VII

um representante da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária;

VIII

um representante da Companhia Nacional de Abastecimento;

IX

um representante do Banco do Brasil S.A.;

X

um representante do Banco do Nordeste do Brasil S.A.; e

XI

um representante da Caixa Econômica Federal.

§ 1º

Os órgãos e entidades constantes dos incisos I a XI contarão, ainda, cada um deles, com um suplente.

§ 2º

Os representantes dos órgãos e entidades vinculadas de que trata este artigo serão indicados pelos respectivos Ministros de Estado e designados pelo Secretário Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

§ 3º

O Coordenador do Grupo de Trabalho poderá convidar representantes de outros órgãos da administração pública, de entidades privadas e de organizações da sociedade civil, para contribuir na execução dos seus trabalhos.

Art. 4º

O apoio administrativo e os meios necessários para execução dos trabalhos serão prestados pela Secretaria Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

Art. 5º

O Grupo de Trabalho, no prazo de noventa dias, a contar da data de designação de seus membros, apresentará plano de ação, com a identificação dos projetos definidos e respectivos recursos alocados.

§ 1º

O plano de ação a que se refere o caput, uma vez aprovado pelo Secretário Especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, será encaminhado à consideração da Câmara de Políticas de Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional, do Conselho de Governo, nos termos do disposto no § 2º do art. 53 do Decreto nº 4.176, de 28 de março de 2002.

§ 2º

O plano de ação será disponibilizado no Sistema de Gestão Estratégica para Orientação de Resultados - SIGEOR.

Art. 6º

Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA José Dirceu de Oliveira e Silva